Contato       Doações      Associe-se       Login       

Encontros

Venham conhecer uma experiência inovadora em saúde mental
onde o cliente é o especialista.


Projeto
 Comunidade de Fala

Contando Nossas Histórias

 

AGENDA de APRESENTAÇÕES – Maio 2015

16/05, sábado, das 15 às 17 horas, no PROESQ/ UNIFESP
Endereço: Rua Machado Bittencourt, 222  - Vila Clementino.
Inscrições com Karine, pelo email:  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

19/05, terça-feira, das 10h00 ao meio dia, no CEU Jambeiro,
Endereço: Avenida José Pinheiro Borges, 60 - Guaianases, São Paulo - SP, 08420-092.

22/05, sexta-feira, das 10h00 ao meio-dia, no CEU Vila Curuçá
Endereço: Av. Mal. Tito, 3400 - Jardim Miragaia, São Paulo – SP (Itaim Paulista).

26/05, terça-feira, das 10h00 ao meio dia, no Centro Cultural da Penha.

Endereço:  Largo do Rosário, 20 – Penha – CEP: 03634-020.
 

PARA SABER MAIS SOBRE O PROJETO:

O projeto "Comunidade de Fala - Contando nossas Histórias"  é uma iniciativa da ABRE - Associação Brasileira de Familiares, Amigos e Pessoas com Esquizofrenia com  Richard Weingarten - jornalista, educador e ativista de saúde mental norte-americano. 

A "Comunidade de Fala" é um grupo de pessoas com histórias de vivência e superação de transtornos mentais que quer levar a públicos diversos um formato de apresentação através de um diálogo com a platéia. Richard Weingarten, desenvolveu esse formato de apresentação a partir de sua própria experiência de recuperação e inspirado pelo Movimento de Recovery que se tornou conhecido a partir da década de 90 nos EUA, com a mobilização de usuários de serviços saúde mental em prol de dignidade, acesso a tratamento e inclusão social. 

O projeto “Comunidade de Fala” começou a ser desenvolvido em São Paulo no início deste ano, com a formação e capacitação de um grupo de 10 pessoas com diversos diagnósticos de transtornos mentais; as primeiras apresentações do grupo acontecerão nas próximas semanas em diversos locais da cidade.

O diferencial da "Comunidade de Fala" é ser baseada no compartilhamento mútuo das trajetórias de recuperação. Quando os apresentadores compartilham suas narrativas de doença e superação, oferecem esperança, educam, abrem mentes e mudam atitudes, pois mostram suas possibilidades e de outros usuários. Assim, também rompem com seu isolamento. 

Por que um grupo de pessoas com problemas de saúde mental para atuar como apresentadores?

Porque somos especialistas em nossas próprias doenças. Sabemos melhor do que ninguém o que funcionou para nós e o que não funcionou. O público se beneficia porque aprende em primeira mão o que significa ter uma doença mental grave e entende que a recuperação é possível. Os apresentadores tornam-se exemplos de esperança e reduzem o estigma. Nossas poderosas narrativas mostram a coragem e a resiliência que tornaram possíveis nossas trajetórias de superação e recuperação.

 

 Cadastre-se como Associado ou faça sua inscrição no local.    Veja programação.

 

Dixit Consultoria & Design -  CopyRight TM 2014 (Política de Privacidade)